‘Empresariando’ no Brasil…

Para você ser um empresário no Brasil, você tem que ser HERÓI. Essa é uma máxima que acredito que 100% dos empresários Brasileiros concordam. Certo?!

Um fato hoje é que 80% das empresas que abrem no Brasil, em menos de 2 anos, quebram. A dificuldade é muito intensa. E os 20% que sobram, não significam que estão tendo lucro, as vezes ficam no empate…ou ainda, estão abertos por ser o ‘sonho’ do empreendedor, muitas vezes ele tira de uma empresa o $ e coloca na outra simplesmente para mantê-la viva com ajuda de aparelhos.

Eis aqui o ponto de partida para quem quer abrir um negócio:

É importante que você seja apaixonado e acreditar que tudo é possível? Sim!! É imprescindível. But, é essencial que você veja a viabilidade financeira e econômica desse negócio antes de dar a cara a tapa, qual o custo que você vai ter para tirar esse sonho do papel? Não digo para abri-lo somente, mas sim para mantê-lo pelos primeiros meses caso o retorno não seja imediato. Usualmente o negócio vai passar a acontecer de verdade entre 12 e 24 meses, então você tem que ter em mente que pode ter que bancar seu negócio por todo esse tempo. A pior coisa que pode haver para os seus funcionários e equipe é eles não saberem se amanhã ou depois a empresa vai estar aberta, é essencial que eles tenham a segurança de que a empresa está estruturada.

Sendo assim…. Sonhe, idealize, planeje, coloque no papel seus pontos fortes, fracos, vantagens, desvantagens e imagine o pior cenário de todos! Em cima desse cenário programe o $$$ necessário para abrir seu business.

Abriu?! Então vamos ao 3º ponto…. Como não ser mais um?

Pense sempre em ‘nichar’ ao máximo o seu negócio. Quem é o seu cliente? Quem você quer ou vai atender? E aí eu englobo, sexo, faixa etária, classe social, gostos, manias, tudo tudo o que for possível saber sobre o seu futuro cliente. Quanto mais você souber sobre ele, mais assertiva será a sua comunicação com ele.

Exemplo vivo: SUCO DO BEM – é uma start up do RJ que cresceu e começou a incomodar muito o mercado mais em reputação do que em faturamento logico, e a AMBEV ao invés de criar um produto concorrente, comprou o SUCO DO BEM. Nem por isso o SUCO DO BEM se tornou AMBEV pois o interessante desse suco é de fato ele ser ‘artesanal’, então assim ele vai se manter. Ao invés da AMBEV, essa multinacional imensa criar um produto para concorrer com o SUCO DO BEM, ela simplesmente comprou a start up e manteve a sua essência. ESTRATÉGIA PERFEITA né!

4º ponto e não menos importante… Quais são as ‘dores’, o que você quer resolver na vida do seu cliente? De que forma, aonde e por que eu farei isso?!

Desde a localização do negócio que vou montar até como será o atendimento, como meus funcionários estarão vestidos, como iremos atender ao telefone, qual tipo de música vai tocar no meu estabelecimento… são inúmeras coisas pra se pensar, e mais uma vez, se você tiver um cliente bem ‘nichado’ se torna mais fácil acertar!v

Nos dias de hoje, pra ser ‘alguém’ pra se destacar no mercado é importante que você tenha a mentalidade e a pretensão de ser especialista no seu setor. Se especialize o máximo possível no seu serviço ou produto. Profissionais generalizados existem aos montes por aí… Centenas de jovens se formam todos os dias, fazem pós, mestrado… Está cada vez mais difícil se diferenciar, então escolha um assunto, um produto e mergulhe de cabeça nele, seja o melhor nele, se torne referência!

5º ponto… falei sobre a viabilidade financeira, mas também temos que eu pensar sobre a viabilidade econômica do seu negócio! Sim!!!! A pesquisa de mercado, por quanto você precisa vender e por quanto estão comprando. Existe demanda do seu produto ou serviço? Tenha em mente que mesmo tendo um produto diferenciado, ou serviço único e exclusivo, o mercado paga um ‘x’ valor por algo semelhante… Tenha esse semelhante sempre por base!

And don’t forget: Quanto mais ‘único’ ‘exclusivo’ ‘diferenciado’ você for, menos precisará concorrer por preço e essa é a ideia mais incrível de se ter um business hoje em dia!